Pesquisar:

 

 

 

 

 

 

Criação e Desenvolvimento:

Medeiros Informática

  • Pós-graduação em Engenharia de Transportes
  • Instituto Militar de Engenharia

 

Ligantes e Misturas Betuminosas

 

  O novo Laboratório de Ligantes e Misturas Betuminosas, inaugurado em 2008, tem mais de 200 m2 de área construída e foi concebido com o objetivo de proporcionar, aos alunos de graduação e de pós-graduação, os mais modernos equipamentos de análise dos materiais empregados em pavimentação asfáltica.

 

  Está capacitado para a realização de todos os ensaios de caracterização dos diversos tipos de ligantes asfálticos convencionais (cimento asfáltico de petróleo, emulsão asfáltica e asfalto diluído) além de poder desenvolver estudos e projetos relativos à dosagem e ao comportamento mecânico de misturas asfálticas a frio e a quente. Está apto, também, à realização de estudos e pesquisas relativas à manutenção e gerência de pavimentos asfálticos.

 

  Entre os principais equipamentos, destacam-se viscosímetros, ductilômetros, fornos, extratores de betume, destiladores, penetrômetros, estufas rotativas, aparelho simulador de tráfego LWT, aparelho de abrasão por via úmida WTAT, compactadores Marshall, prensas, extratores de amostra, banhos-maria, entre outros.

 

  A viabilização financeira da obra e da aquisição dos equipamentos foi obtida por meio de convênio de cooperação técnica com a Petrobras, quando o IME passou a integrar a Rede Temática de Tecnologia em Asfalto, da qual fazem parte as mais importantes universidades brasileiras.

 

  Equipado com os mais modernos equipamentos de caracterização de ligantes asfálticos e de comportamento de misturas betuminosas, o laboratório também dispõe de moderno sistema de ensaios triaxiais de carga repetida, com o qual podem ser realizados estudos relativos ao comportamento resiliente de materiais que serão usados nas diversas camadas do pavimento, bem como de comportamento à fadiga de misturas asfálticas usadas nos revestimentos. O novo Laboratório já dispõe, também, de equipamentos não convencionais para estudo de envelhecimento e de caracterização de asfaltos modificados por polímeros, que permitem a realização de uma vasta gama de estudos e pesquisas relativas ao comportamento de ligantes e de revestimentos asfálticos brasileiros.

 

  Além disto, com a reforma, uma nova sala de aulas foi anexada aos laboratórios. Em 2011 foram adquiridos os seguintes equipamentos: prensa para ensaio de fadiga por compressão diametral, penetrômetro para classificação de